Linus-Torvalds

Linus Torvalds deu uma entrevista ao Washington Post, onde ele falou de um dos pontos mais importantes de qualquer sistema operacional: a segurança. Mas centrando seu parecer no Linux, é claro.

Para Torvalds, as mudanças drásticas que chegaram a sugerir no kernel não fazem real sentido, e reafirmou o seu apoio a um endurecimento do mesmo, indicando que, quando uma nova vulnerabilidade é descoberta, que a mesma seja corrigida o mais breve possível, mas que estas não são tão ruins ou relevantes como pensamos.

 

Não temos que interpretar mal as palavras de Torvalds, já que a ideia que ele quis transmitir é que a paranóia pela segurança exclusivamente centrada no kernel é algo inútil se não for acompanhada de outras capas de proteção, dando a entender que não é uma boa ideia depender exclusivamente do endurecimento do kernel em matéria de segurança.

Por outro lado, Torvalds também destacou que, quando corrigida uma vulnerabilidade, não implica que ela se resolva por completo, já que sempre podem haver outras brechas nos sistemas.

Tudo isso faz sentido. Não resta dúvida que a segurança do kernel é um pilar básico no correto funcionamento e desenvolvimento do Linux, mas além disso existem outros elementos complementares que não devem ser ignorados.

Via Softpedia