lg g6

A LG apresentou o seu novo relatório financeiro, que apresenta mais um prejuízo nesse segmento, e as fracas vendas do LG G6.

A tela com proporção 18:9 quase sem bordas e o acabamento premium no modelo parecem não ter funcionado nas vendas, e a divisão móvel da LG segue com prejuízo. Na verdade, os resultados são praticamente idênticos ao que vimos no mesmo período em 2016.

Nos demais setores, a LG vai muito bem, incluindo nas divisões de produtos para o lar e automação. Mas nos smartphones, está difícil, ainda mais que o LG G6 não causou o impacto que ela esperava.

Em números oficiais, foram distribuídos 13.3 milhões de dispositivos no último trimestre (entre abril e junho de 2017). Nas linhas mais econômicas, o crescimento foi de 13%, mas a menor margem de lucros não compensaram a queda de 12% nas vendas dos modelos top de linha, resultando em novos prejuízos para a LG.

Apesar de ter obtido receitas de US$ 2.39 bilhões no último trimestre, a divisão obteve prejuízos de US$ 117,27 milhões. Seis milhões a menos que o mesmo período de 2016. De qualquer forma, é uma melhora.

Os números do próximo trimestre devem ser melhores, com a chegada dos modelos LG Q6 e LG Q8 em todo o mundo, além da chegada de um LG V30 que deve ser anunciado entre agosto e setembro.

Além disso, a redução paulatina de preços do LG G6 deve potenciar suas vendas, somando ao fato da redução dos custos de fabricação do modelo.

A LG se mantém firme em acreditar na sua divisão móvel e no LG G6, mas no ano passado a aposta era a mesma, e nada mudou.

Vamos esperar pelo final de 2017 para ver como será o cenário geral.

 

Via LG