Aconteceu hoje (25) em São Paulo o evento de lançamento no Brasil do smartphone Android top de linha da LG, o Optimus 4X HD. O modelo chega ao mercado brasileiro com credenciais bem esperadas pelos usuários, como processador NVIDIA Tegra 3, recursos interativos para otimizar a experiência do usuário, e uma bateria de longa duração.

Ao longo da apresentação, o principal foco dado pela LG para o Optimus 4X HD foi nas suas capacidades de reprodução e produção de conteúdos em alta definição. Para isso, a empresa enfatizou que qualquer usuário pode produzir boas fotos com a câmera desse novo telefone, e com recursos de edição e tratamento de imagem que estão integrados no próprio software do smartphone. Só saberemos se tais recursos vão se traduzir em boas fotos na prática depois que testarmos o aparelho no famoso “teste da vida real”. Por outro lado, eles contaram com a ajuda de um fotógrafo, que fez uma série de fotos com o Optimus 4X HD, que depois de um tratamento por software, apresentam resultados bem interessantes (no post de primeiras impressões do produto, mostro uma amostra do que estou falando, com mais detalhes).

Outro destaque do LG Optimus 4X HD é a sua câmera traseira de 8 megapixels BSI (backside illumination) com foco automático, flash LED e a capacidade de gravar vídeos em Full HD (1080p), com 30 FPS. Afinal, é o que se espera de um produto com sua proposta. Para quem quer gravar vídeos nessa capacidade, é algo muito bem vindo. A sua câmera frontal, de 1.3 megapixels, também pode realizar videochamadas ou videochats com alta definição (HD, 720p), aumentando assim a qualidade do conteúdo de vídeos produzidos pelo aparelho.

Mas ao meu ver, o principal destaque do LG Optimus 4X HD é o seu hardware. O modelo conta com um processador NVIDIA Tegra 3 quad-core, que apesar de ser um pouco menos potente que o chip presente no seu competidor mais direto (Exynos 4412, do Samsung Galaxy S3), ele tem o famoso núcleo extra, dedicado ao gerenciamento de bateria do produto. Além disso, o NVIDIA Tegra 3 é mais pensado na execução de gráficos mais elaborados, aumentando assim o seu desempenho durante os jogos. Na prática, o usuário não vai sentir a diferença de um processador um pouco menos potente (e a diferença entre os dois é ridiculamente pequena), e a experiência de uso é prazerosa o suficiente. E, dependendo da interface adotada, até mais fluída que os seus concorrentes.

Sua tela de 4.7 polegadas conta com a tecnologia True HD IPS (1280 x 720), 16 milhões de cores, 312 píxels por polegada de densidade e 550 nits de brilho, oferecendo uma alta fidelidade na reprodução das imagens e um branco mais vivo, maior fidelidade de cores e nível mínimo de granulação. Para garantir a segurança dessa tela nas atividades do dia a dia, a película Corning Gorilla Glass está presente. Tudo isso é gerenciado pelo sistema operacional Android 4.0.3 (Ice Cream Sandwich), com a interface Optimus UI 3.0, que permite uma interação mais específica, com recursos exclusivos do User Experience (UX), como o Quick Memo (edição, desenho e comentários em tempo real na tela) e o Media Plex, tornando a experiência do usuário ainda mais intuitiva.

Outro destaque positivo do LG Optimus 4X HD é o seu design, que é mais sóbrio e limpo. Com uma tela maior, ele aproveita bem o espaço de tela, mesmo contando com botões touch para os comandos do Android. Desse modo, a exibição de vídeos acontece em tela cheia, não só pelo True HD, mas também por não ter a intromissão dos botões virtuais do Android no seu software. O smartphone conta com todos os principais e mais solicitados recursos de conectividade, como MHL, DLNA, NFC, WiFi, WiFi Direct, WiFi Hotspot, HSDPA+ (21 Mbps), Bluetooth 4.0 e microUSB. Sua capacidade de armazenamento é de 16 GB (12 GB disponíveis para o usuário), que podem ser expandidos em até 32 GB, via slot para cartões microSD. Além dos recursos de acelerômetro, sensor de proximidade, bússola, codecs para diversos formatos de vídeo, entre outros.

Por fim, vale a pena destacar a sua bateria, com 2.150 mAh, que combinados com o seu processador NVIDIA Tegra 3, tem uma autonomia prometida (pelo pessoal da LG) de, pelo menos, dois dias completos de uso pleno. De forma oficial, sua autonomia de conversação é de 10 horas, e de standby é de até 686 horas. É claro que esse valor pode variar, dependendo do comportamento do usuário, e o seu respectivo perfil de uso (para quem joga o tempo todo, a autonomia é bem menor), e esse é mais um fator que só poderemos avaliar na prática com os reviews do aparelho. Ah, e antes que você me pergunte: de forma oficial, a LG não fala nada sobre a atualização do Android para a versão 4.1 Jelly Bean, mas se levarmos em conta que o LG Optmimus 3D Max vai receber a nova versão do sistema do Google, as chances do Optimus 4X HD que é mais potente, ficar de fora do update do Jelly Bean são praticamente mínimas.

O LG Optimus 4X HD já está disponível para compra no mercado brasileiro, e seu preço sugerido é de R$ 1.699,00.