lg logo teaser

A LG deve utilizar as fábricas da Intel em San Francisco (EUA) para desenvolver seus próprios processadores.

Faz algum tempo que a LG quer reforçar suas apostas na produção de hardware próprio para sua divisão móvel, mas nunca obteve êxito na emancipação da Qualcomm.

O acordo de agora é uma consequência direta do anúncio por parte da Intel sobre o início da produção de processadores com a arquitetura ARM.

 

Intel e LG seguindo os passos da Samsung e da Huawei

A Samsung tem hoje uma posição privilegiada no mundo dos processadores, por obter licenças para utilizar a arquitetura ARM, produzindo as próximas GPUs da NVIDIA, os chips Snapdragon 820 e alguns dos chips da Apple.

Com a decisão de ontem, a Intel quer seguir esses passos, e a LG é a primeira entre as gigantes a depositar suas fichas na empresa norte-americana na criação dos seus próprios chips, com arquitetura de 10 nanômetros que vão estrear em 2017.

A LG não se pronuncia sobre o assunto, de modo que não sabemos quando os novos chips estarão prontos, quais serão os primeiros smartphones a receberem esses chips, ou qual será sua estratégia para introduzir esse hardware nas suas diferentes linhas de dispositivos.

A própria LG Electronics entende que tem problemas a serem solucionados, mas que as próximas gerações de seus processadores serão muito melhores. É ver para crer. Quem sabe isso ajuda na recuperação do mercado de telefonia móvel.

Via ReCode