leitor-digitais-galaxy-s5

Parece uma piada pronta, mas é bem possível que muitos interpretem essa notícia como uma “prova de acusação #17” a favor da Apple. De qualquer forma, uma das novidades do Samsung Galaxy S5 é o seu leitor de digitais, que atua como sistema de autenticação e desbloqueio do sistema. E muitos se questionaram sobre a segurança desse recurso. Pois bem, temos aqui uma das respostas.

Quando o iPhone 5s apresentou a sua tecnologia TouchID, não demorou muito para que um grupo de hackers burlasse a proteção imposta por esse leitor de digitais. Agora, esse mesmo grupo demonstra que o hack utilizado com o smartphone da Apple serve também para burlar a segurança do leitor de digitais do Galaxy S5.

O hack se baseia no processo de fotografar uma digital recente, que pode ser encontrada em um copo recém utilizado, onde através de diversas técnicas de laboratório, seria possível transferir essa imagem e imprimir em um material especial, que seria capaz de simular a digital.

Apesar de não ser uma tarefa simples, qualquer pessoa com um pouco de paciência e com o material necessário pode obter sucesso em superar as barreiras impostas pelos dois sistemas.

Os pesquisadores indicam que o risco é ainda maior com o Galaxy S5, já que o dispositivo não faz uso de uma senha para confirmar o acesso, nem mesmo depois de uma reinicialização. Isso, somado ao fato que o smartphone da Samsung permite os pagamentos via PayPal através do leitor de digitais, fazem com que os riscos do uso dessa tecnologia sejam maiores do que todos imaginavam.

Nota do editor: até nisso, Samsung? (para bom entendedor…).

 

Via 9to5Google