LeEco

Em tempos onde testemunhamos fabricantes de smartphones inflarem números para conquistar a atenção do consumidor (muitas vezes com utilidade questionada), a LeEco colabora com tal comportamento com o rumor da inclusão de 8 GB de RAM em um telefone inteligente. Precisamos mesmo de tudo isso?

Acho que a maioria de nós gostaríamos mesmo é de smartphones com maior autonomia de bateria. De qualquer forma…

A LeEco foi uma das primeiras marcas do mercado a optar em remover o conector de 3.5 mm de seus dispositivos, e agora quer ser uma das primeiras a ter um smartphone com 8 GB de RAM. Essa generosa quantidade de memória viria acompanhada de um ainda desconhecido processador Qualcomm Snapdragon 821, e estas seriam as credenciais do LeEco LeMax 2 Pro (nome provisório).

 

A corrida pelos títulos

Com esses rumores, a sensação que fica é que os fabricantes se envolvem em corridas pelos títulos. Ser o primeiro a incorporar determinado processador ou um novo escalão em memória RAM é sinônimo de aparecer na mídia, e a LeEco sabe disso.

Já o fez quando eliminou o conector para fones de ouvido. Logo, convém perguntar se realmente precisamos ou se são úteis os tais 8 GB de RAM. Sabemos que o Android é um devorador de memória e recursos, mas… a esse ponto?

De qualquer forma, se os rumores estiverem corretos, será a própria LeEco que deve explicar por que colocou tanta memória em um smartphone.

Via Gizchina