A Kodak continua apertando o cinto, em sua tentativa de se salvar financeiramente. Depois de se declarar em falência no mês de janeiro, a empresa anunciou que vai abandonar a sua produção de câmeras digitais, filmadoras de bolso e porta-retratos digitais, com o objetivo de reduzir custos. O fim da produção desses produtos deve acontecer ainda nessa primeira metade de 2012, mas a empresa deixa claro que eles vão se manter no negócio de impressoras, laboratórios fotográficos, serviços para empresas e licenciamento para outras marcas. Além disso, as garantias dos produtos já existentes continuam valendo. É, sem dúvida, o fim de uma era.

Via Reuters