kindle-fire-hd

O pessoal do iFixit segue insaciável na sua missão de descobrir como os produtos de tecnologia são construídos (e como eles são de fácil reparo – ou não), e graças às suas habilidades com as chaves de fenda, podemos descobrir os segredos e as entranhas dos principais produtos do mercado. O último a entrar na bancada de desmonte foi o Kindle Fire HDX, da Amazon.

O tablet, como você bem sabe, conta com a função Mayday, que faz com que um membro do suporte técnico da Amazon apareça para solucionar qualquer tipo de problema ou consulta relativa aos produtos da empresa. E o pessoal do iFixit se sentiu tentado a consultar esse serviço, diante das dificuldades que encontraram no processo de desmontagem do produto.

Para começar, apenas para retirar a carcaça traseira do Kindle Fire HDX, eles ser viram obrigados a praticamente destruir a mesma. Ou seja, aqui fica bem claro que a turma de Jeff Bezos não quer que qualquer mortal descubra os seus segredos técnicos.

A equipe então concluir que, com exceções pontuais (como os botões de controle de volume, por exemplo), o reparo desse tablet em peças pode ser um processo muito caro, em virtude do emaranhado de peças detectadas no produto. Para que você tenha uma ideia, o iFixit deu uma pontuação de 3 em 10 no quesito “facilidade de reparação”, orientando aos seus leitores que não tente consertar o produto em casa.

Por outro lado, no caso de avarias e quebras, não deve ser difícil para os norte-americanos encontrarem o suporte adequado via Mayday. A seguir, veja o vídeo que mostra o produto sendo desmontado.

 

Via CNET, iFixit