Kim Jong-Un-Apple

O “querido líder” da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, odeia os Estados Unidos com todas as suas forças. Bom, em partes. A ideologia comunista que ele impõe ao país só vale para os outros, tal como acontece em toda e qualquer ditadura que se preze.

A Coreia do Norte é um país pobre, cujo povo é vítima de um regime totalitário e opressor, que toma atitudes mais próprias de dinastias asiáticas primitivas do que de uma sociedade do século XXI. Porém, a pobreza e o ódio aos Estados Unidos chocam totalmente com os gostos de Kim Jong-Un, que não só desfruta de luxos impossíveis às custas dos seus cidadãos, mas também gosta de utilizar produtos da Apple, como podemos apreciar nas imagens desse post um iMac e um MacBook Pro.

1-23 1-13

Este é mais um claro exemplo da falsidade e hipocrisia fanfarronesca que rodeia o regime norte-coreano, e nos ajuda a compreender por que a distribuição Linux desenvolvida pelo país tem tantas semelhanças com o OS X, incluindo o dock e as cores do sistema. Falo da Red Star OS, um sistema operacional muito limitado, que se alinha com a filosofia de vida pregada pela Coreia do Norte para os seus cidadãos.

Via Softpedia