robot Kengoro - Kengoro, um robô que transpira

Um grupo de engenheiros japoneses do Laboratório JSK da Universidade de Tóquio (Japão) conseguiram implementar uma curiosa função no protótipo do seu robô Kengoro: a transpiração.

O objetivo é evitar o superaquecimento dos componentes desse robô. O grande desafio dos cientistas é a alta temperatura que o motor do robô alcança durante as atividades físicas, o que obrigou a criação de um peculiar sistema de balanceamento, inspirado no processo de sudorese do ser humano.

Os engenheiros desenvolveram um sistema de distribuidores de refrigerante, colocados ao longo dos ‘ossos metálicos’ do robô, concentrando seu fluxo na área do motor e expulsando a substância em pequenas doses, por válvulas, tal e como fazem as glândulas sudoríparas.

A medida que o refrigerante cai sobre os componentes quentes do robô, a substância se evapora, igual ao suor humano, oferecendo um resfriamento 300% mais eficiente que os sistemas tradicionais.

É uma solução que, ao que parece, não deixa o robô pegajoso durante o processo. E, no final das contas, os robôs conseguem suar melhor do que os humanos.

Isso se chama tecnologia, minha gente!

 

 

 

Via Science Robotics