kangaroo-notebook

A Kangaroo Mobile apresentou o Kangaroo Notebook, que é um computador em formato de portátil, mas tem como protagonista um módulo interno que é o seu cérebro, gerenciando todos os seus recursos.

Estamos diante de um equipamento com Windows 10 com especificações bem simples, mas suficientes para rodar o sistema operacional da Microsoft. Ao mesmo tempo, ele oferece uma portabilidade toda especial.

 

Dois computadores com Windows 10 em um

 

kangaroo-notebook-02

 

O módulo do Kangaroo Notebook é uma caixinha com processador Intel Cherry Trail (Atom x5-Z8350), com 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. O notebook em si recebe o nome de Shell, e tem um teclado completo com trackpad (Synaptics Clickpad), tela de 11.6 polegadas (HD), webcam, alto-falantes, WiFi, portas USB 3.0 e bateria de 37 Wh.

As dimensões completas do notebook são de 2889 x 196 x 19,9 mm e seu peso é de 1.2 quilos.

A grade diferença do produto está no dock que recebe o módulo. Quando retiramos o cérebro interno, deixamos o portátil disponível para ser utilizado por diferentes pessoas. No ato da compra do Kangaroo Notebook, o cliente já recebe dois módulos. Ou seja, você leva para casa dois computadores por US$ 300.

 

kangaroo-notebook-03

 

A má notícia é que os módulos não funcionam como computadores independentes fora do conjunto, já que não conta com saídas como HDMI ou USB para conectar os periféricos necessários. Isso pode ser solucionado com um adaptador, caso a empresa decida expandir as funcionalidades do miniPC de bolso.

A iniciativa é interessante. Podemos ver no futuro mais módulos, com maior potência ou dedicados a determinados usos. E sua atualização não custaria tanto como trocar o equipamento inteiro.

 

kangaroo-notebook-04 kangaroo-notebook-05