Televisor-8K

Nesta semana, acontece em Amsterdã (Holanda) o evento IBC 2013, uma das feiras mais importantes no calendário da indústria de eletrônicos. O evento é protagonizado pelas TVs com resolução 4K, mas a NHK anunciou que os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 serão transmitidos integralmente em 8K.

Aproveitando o fator tempo ao seu favor (já que os japoneses estão testando as resoluções 4K e 8K a alguns anos), a rede NHK afirma que, com essa iniciativa, eles querem dar um passo além para o início efetivo das transmissões nos formatos de altíssima resolução. O anúncio acontece no momento que as primeiras TVs com 4K chegam ao mercado, e praticamente nenhum canal de TV exibe sua programação em Ultra HD.

Agora, a NHK aposta na transmissão Super Hi-Vision (SHV), que permite uma resolução 16 vezes maior do que a resolução Full HD (1080p) e até 75 vezes maior que o sistema PAL (768 x 576). A tecnologia 8K tem uma qualidade de imagem próxima ao do 3D, graças às suas 4.000 linhas horizontais, que geram uma resolução de 7680 x 4320 pixels.

Obviamente, não dá para estimar valores das primeiras TVs 8K, uma vez que elas só chegarão ao mercado daqui a 7 anos. Porém, esperamos que os valores das primeiras unidades sejam mais acessíveis. Além disso, um problema que a resolução 8K atual precisa solucionar é a integração com as imagens em 3D. Segundo explica um dos pesquisadores dos laboratórios da NHK, o olho humano ainda não está preparado para processar resoluções superiores ao formato 8K em duas dimensões.

A solução desse problema seria desenvolver tecnologias de saída de vídeo de última geração, baseadas na tecnologia 3D estereoscópica, algo muito diferente das imagens 3D que as TVs atuais são capazes de emitir.

Isso, sem falar na falta de conteúdos desenvolvidos no formato 8K, assim como acontece com o formato 4K hoje.

Via Gizmologia