As notícias sobre o lançamento do iPhone 5 no Brasil continuam a ser divulgadas, e a mais procurada pelos internautas e consumidores é a que determina a decisão da compra (ou não) na maioria dos casos: o preço. Depois de TIM e Vivo, a Oi divulgou os seus preços oficiais para o smartphone da Apple.

Curiosamente, os preços adotados pela Oi são os mesmos da TIM nos planos pré-pago (ou desbloqueado). Segue abaixo.

  • iPhone 5 16 GB, por R$ 2.399
  • iPhone 5 32 GB, por R$ 2.699
  • iPhone 5 64 GB, por R$ 2.999

A Oi também oferece opções variadas de preços, de acordo com o plano pós-pago escolhido pelo cliente. Por exemplo, na simulação ilustrada na foto do post, você pode pegar um iPhone 5 16 GB por R$ 899,00, ao adquirir o plano Oi Smartphone 500, que custa R$ 245/mês. Aí, é só fazer as contas (R$ 74,95 + R$ 245 do plano = R$ 319,95/mês, durante um ano).

Isso pode indicar algumas coisas a essa altura do campeonato. A primeira é que os preços “subsidiados” das operadoras é e sempre será mais elevado que a versão anterior do smartphone, uma vez que vai ser aí que eles vão obter a dita margem de lucro (R$ 400 em média) em cada telefone vendido. Ironicamente, é essa mesma margem de lucro que permite que, por exemplo, um iPhone 3GS, com três anos de mercado, seja vendido na mesma Oi de graça (com um plano de dados razoavelmente elevado, é claro).

A segunda é que a Vivo é a única que está (por enquanto) cobrando R$ 100 (em média) a mais pelo iPhone 5 desbloqueado. O motivo disso? Não sabemos. Mas é sempre bom colocar nos diferentes preços das operadoras, para que você possa fazer uma melhor avaliação de preço, e caso queira se aventurar na compra, ter um melhor parâmetro de onde comprar, e nas melhores condições.

A terceira conclusão que chego é que, infelizmente… esse smartphone continua caro demais, e não valendo o preço anunciado no Brasil.

Para mais informações, acesse o simulador de preços da Oi.