É, amigo… a briga do monstro gigante da Califórnia com o monstro gigante da Coreia do Sul está prestes iniciar um novo capítulo. Quando você imagina que a questão estaria resolvida com o pagamento de US$ 1 bilhão em multas e o banimento (se é que isso vai acontecer) de produtos do mercado, Apple e Samsung vão protagonizar mais uma importante briga no mundo da tecnologia móvel. Dessa vez, por causa das redes 4G LTE.

O novo iPhone 5, que será anunciado na próxima quarta-feira (12), já deve chegar ao mundo ameaçado de sequer chegar às lojas. OK, este é o pior cenário possível, mas segundo os advogados da Samsung, é possível de acontecer exatamente dessa forma. Os rumores sobre a presença da tecnologia de redes 4G LTE no novo smartphone da Apple são cada vez maiores, e contam com a chancela de grandes veículos de imprensa, como o Wall Street Journal. Além disso, estamos em 2012. Se a Apple não lançar um novo iPhone com 4G, ela merece apanhar, ainda mais com a expansão desse tipo de rede nos Estados Unidos e na Europa.

Aí você me pergunta: “mas, meu amigo, o mundo é livre! Qualquer fabricante pode lançar dispositivos com 4G, certo?”. Não, exatamente. Poder lançar, podem. O problema é que precisa pagar para alguém para inserir tal tecnologia no produto.

E temos aqui mais uma “guerra de patentes”. Segundo o site The Chosen IIbo, a Apple não tinha no ano passado nenhuma patente de redes 4G LTE registrada em seu nome. Esse número subiu para 318 patentes nesse ano, de acordo com o escritório de propriedades intelectuais da Coreia do Sul, o que representa 4.9% de todas as patentes relacionadas a esta tecnologia de redes do mercado. Esse volume é suficiente para que a Apple se posicione entre as 10 maiores detentoras de patentes LTE do mungo.

Dessas 318 patentes, a Apple desenvolveu 44. As demais foram compradas de empresas como a Nortel e a Freescale em algum momento de 2011. Além disso, a empresa de Cupertino tem a maior parte das ações da Rockstar Bidco, uma empresa que possui outras 116 patentes de LTE, o que faz com que o potencial da Apple suba para até 434 patentes. Sua principal concorrente (e, nesse caso, a algoz) Samsung possui em seu poder 819 patentes ligadas ao 4G, e vai usar isso contra a empresa de Tim Cook.

Os advogados da Samsung ameaçam entrar com uma ação de proibição da comercialização do iPhone 5 se a Apple simplesmente mencionar a existência do 4G LTE durante a apresentação do novo smartphone na quarta-feira. A alegação dos coreanos é que, com as patentes que a Apple possui, seria “praticamente impossível” eles adicionarem o 4G no novo iPhone sem utilizar algumas das tecnologias que a Samsung é dona. E, se isso acontecer, ela adicionou tais recursos sem pagar os devidos direitos de patentes para os coreanos. Lembrando que essa é a interpretação dos advogados da Samsung, ok?

Com 434 patentes, a Apple até pode formular uma boa defesa nessa causa, mas por uma questão de amostragem simples, parece que dessa vez a Samsung pode se dar bem. Afinal de contas, você consegue fazer um bolo com poucos ingredientes, mas será um bolo simples. Para você ter um bolo de chocolate, com recheio de creme com pedaços de Ferrero Rocher, cobertura com Nutella, pedaços de BIS na cobertura… #fome, enfim, para um bolo melhor em mais completo, você precisa de mais ingredientes. E mesmo que a Apple coloque no novo iPhone um 4G “que funciona no mundo todo” (na teoria), é bem provável que, em algum momento, eles tenham utilizado alguns itens da Samsung para tornar o seu 4G ainda mais completo.

Mas, vamos esperar. Na quarta-feira, saberemos (ou não) mais detalhes sobre como o 4G do iPhone vai funcionar. Eu, você, e os advogados da Samsung esperam por esse anúncio.