Ele tem alguma novidade realmente arrebatadora, que o diferencie dos demais? Não. Ele mudou o seu formato? Não muito. Ele decepcionou muita gente? Sim. Mas isso não impediu que ele quebrasse mais um recorde para a Apple. Já era sabido que, mais cedo ou mais tarde, a empresa de Cupertino iria revelar ao mundo os seus números de vendas (ou, nesse caso, reservas) do novo iPhone 5, e tudo indicava que essas reservas seriam maiores que as realizadas pelo iPhone 4S.

O que ninguém estava esperando era que o seu êxito fosse tão elevado, e em tão curto espaço de tempo. Foram 2 milhões de reservas em apenas 24 horas, e isso é mais que o dobro registrado pelo modelo anterior. Essa é uma ótima notícia para a Apple, mas uma péssima notícia para o consumidor, uma vez que as chances da demanda pelo produto ter superado o primeiro lote de unidades disponíveis é enorme. Ou seja, teremos um grande número de potenciais compradores do novo iPhone que, ou vão morrer na praia (ou melhor, na fila) na tentativa em comprar o iPhone 5 em 21 de setembro, ou que vão ser obrigados a esperar até o mês de outubro para receber os seus smartphones em casa.

Mas isso já era esperado.

Via Engadget