ipad-pro

O iPad Pro superou em vendas os tablets Surface no último trimestre de 2015, de acord com a IDC. A Apple teria vendido 2 milhões de unidades do iPad Pro, contra 1.6 milhão de tablets Surface, da Microsoft.

A informação é importante por diferentes aspectos. Por um lado, o iPad Pro foi lançado em novembro de 2015, ou seja, não cobriu um trimestre por completo. Por outro, o bom desempenho desse tablet entra em contraste com a maior queda geral de vendas de tablets da Apple em sua história.

Soma-se a isso o bom desempenho dos dispositivos Surface (Surface Pro 4 e Surface Book), que renderam para a Microsoft um aumento nas vendas de 29% (1.350 bilhão), podemos concluir que os tablets premium (ou 2 em 1, se unirmos um teclado à sua base) podem mesmo ser a saída para o setor de tablets, que está em plena queda.

A Apple dominou o segmento em 2015, mas sofreram uma grande queda de vendas, indo de 63 milhões em 2014 para 49.6 milhões em 2015 (queda de 21%). O mesmo pode ser dito da Samsung e ASUS. Só a Lenovo manteve sua ascensão, ultrapassando a Huawei na quinta posição, depois de dobrar as vendas em relação a 2014.

tabletsIDC_2

Fica claro que o setor de tablets segue sua tendência negativa, ao mesmo tempo que se observa uma melhora nas vendas dos mdoelos premium, que podem substituir os notebooks convencionais. E é nesse grupo que entram o iPad Pro e o Microsoft Surface 4, ainda que os dois contem com apostas diferentes (iOS no iPad, sistema operacional completo com o o Windows no Surface).

Via IDC