ipad-mini-topo

A pergunta que não quer calar é: será que agora vai? A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) emitiu na última sexta-feira (05) a homologação do iPad mini com 3G (A1454), tornando assim o dispositivo apto para funcionar com as especificações técnicas com as redes móveis brasileiras, e por consequência, autorizando o produto a ser comercializado no Brasil.

Vale lembrar que o iPad mini na sua versão Wi-Fi já está homologado pela Anatel desde novembro do ano passado, porém, de forma até estranha, o produto não foi oficialmente lançado no Brasil. Agora com a homologação da versão em 3G, é possível que o produto seja finalmente lançado em nosso mercado, com um absurdo atraso de, no mínimo, seis meses após o lançamento do produto lá fora.

De fato, a Apple do Brasil precisa começar a correr com o lançamento do iPad mini. Primeiro, por causa dos rumores frequentes de novas versões do iPad que podem chegar até o final do primeiro semestre de 2013, o que pode fazer com que o iPad mini seja lançado no Brasil como um produto já defasado.

Segundo, e talvez esse fator seja ainda mais urgente para o pessoal de Cupertino, é o fator “concorrência”. Não só por causa dos tablets de baixo custo com tela de 7 polegadas (não tão baixo custo assim, vai…), mas principalmente pelo fato da Samsung, que é hoje a principal rival da Apple, já estar bem adiantada com o processo de lançamento do Galaxy Note 8.0 no Brasil. E com certeza a Apple não quer ver o concorrente tendo o “produto referência” nesse segmento. Mesmo que seja no Brasil, mercado onde a Apple não dá muita importância.

De qualquer forma, esperamos que o lançamento do iPad mini no Brasil finalmente aconteça. Até porque não há mais motivos para demorar mais.

Via iG