ipad

 

O recém apresentado iPad de 9.7 polegadas (também chamado de iPad 5 por alguns veículos) foi desmontado pelo iFixit.

O modelo é uma evolução menor em relação ao iPad Air 2, onde a principal novidade fica mesmo no processador A9 (no lugar do A8X).

Os testes do iFixit sempre tem como principal objetivo analisar o grau de dificuldade de reparar um dispositivo de tecnologia, algo importante para estimar os custos de conserto de um produto.

 

 

Como vem sendo uma tradição entre os produtos da Apple, a conclusão do iFixit não foi nada positiva, já que o iPad de 9.7 polegadas registrou uma pontuação 2 de 10, ou seja, o dispositivo é muito complicado de ser consertado, e que até mesmo os usuários mais avançados serão obrigados a recorrer ao serviço de assistência técnica oficial.

A seguir, um resumo dos pontos mais importantes que justificam essa pontuação tão baixa do iFixit:

 

Pontos positivos

 

– A tela de LCD é fácil de ser removida, já que ela está separada da parte frontal.
– A bateria não está soldada na placa.

 

 

 

Pontos negativos

 

– É complicado separar o LCD da parte frontal, já que tudo é muito bem colado.
– O uso excessivo de cola está presente em praticamente todos os componentes.
– É muito difícil remover a bateria pela grande quantidade de cola utilizada.
– Não é possível acessar o painel frontal sem retirar o LCD.

 

 

Via iFixit