iOS 11

 

A Apple anunciou oficialmente o iOS 11, nova versão do seu sistema operacional pra dispositivos móveis (iPhone, iPad e iPod Touch).

As novidades começam nos Mensagens e no Apple Pay. O Siri passa a incorporar a função de tradução, entre outras funcionalidades. O Fotos recebe melhorias para edição, e a Central de Controle e a App Store foram reformulados.

O app de Mensagens recebe melhorias centradas no entretenimento, permitindo envios de mensagens turbinadas e com a interface reformulada, para que tudo seja mais simples. A sincronização deste app com o iCloud está melhorado e otimizado, com um modo de encriptação ponta a ponta.

 

 

O Mensagens também vai permitir o envio simples de dinheiro para outra pessoa via Apple Pay person-to-person, com uma integração entre os dois aplicativos.

 

 

O Siri também recebe melhorias no iOS 11, contando com uma nova interface que vai exibir múltiplos resultados, com uma pronúncia mais natural, algo obtido via deep learning.

A nova interface e as notificações integrarão o modo de tradução, que ainda está em fase beta e disponível inicialmente para os idiomas chinês, francês, alemão, espanhol e italiano.

O assistente agora é aberto para serviços de terceiros, podendo ser utilizado para o gerenciamento de tarefas com diversos apps. O Siri vai tentar se antecipar ao usuário, funcionando com todo os dispositivos compatíveis, buscando assim entender melhor o contexto do que lhe é solicitado.

 

 

O iOS 11 contará com um novo app de Fotos, mas avançado no live photos ao incluir mute, loop e outros recurso de edição de vídeo. Um novo compressor de fotos e vídeos deve economizar algum espaço de armazenamento. A nova compressão promete não reduzir a qualidade dos arquivos, e será aplicada no armazenamento no iCloud.

Por outro lado, o Memories também recebe melhorias, ficando mais completo e inteligente, adicionando diferentes modos de visualização. Para o modo retrato, temos melhorias na qualidade em situações com poucas luz, com o Depth API aberto para desenvolvedores de terceiros.

 

 

A Central de Controle agora se divide em duas páginas, com os acessos e interruptores divididos, e integrando todos os controles em uma única página. Passa a ter suporte com o 3D Touch, finalmente.

O Apple Maps agora inclui mapas de centros comerciais, onde podemos buscar localizações nos mapas dos estabelecimentos, incluindo aeroportos. O modo de navegação passa a incluir os limites de velocidade e um guia para sinalizar a estrada correta.

 

 

O CarPlay passa a incorporar a função “Não perturbe enquanto dirijo”, fazendo que as notificações não sejam exibidas, sem falar na programação do Mensagens para alertar as demais pessoas que estamos ao volante, além de estabelecer contato com as notificações que passarem pelo filtro.

A domótica do iOS também foi atualizada. O HomeKit recebe uma nova categoria, “Alto-falantes”, que permite a configuração desses dispositivos a partir de app próprio do iOS, com áudio multi-room.

Por fim, a interface da App Store foi reformulada, ficando bem no estilo da Apple Music e recebendo novas abas: Hoje (com conteúdos selecionados) e Jogos (agora em uma área independente.

Além disso, a página com a ficha técnica para cada app foi renovada, incorporando a possibilidade dos desenvolvedores responderem as resenhas dos usuários.