Tudo bem, eu sei que não sou o primeiro, e com certeza não serei o último. Tá certo que não foi pra mim o cancelamento, foi para uma cliente minha (que atendi mesmo nas férias, pois preciso de grana), mas fica como mais um registro de todas as dificuldades que um cliente do provedor Terra sofre para conseguir se tornar ex-cliente. Ah, e só pra começar… que puta chuva!!!

Explicando para quem não é do estado de São Paulo: temos aqui como serviço de telefonia a Telefonica, que oferece o serviço de banda larga Speedy. Depois de muitos embrolhos, eles foram proibidos de cobrar o acesso, e resolveram não oferecer mais  por conta própria. Ofereceu-se então a opção do usuário assinar um provedor de acesso para usar o Speedy, sendo que três deles são 100% grátis (Terra, Inter.Net e LinkBR). Porém, a Telefônica não faz muita questão de falar isso para os usuários. E, para piorar, o Terra é do mesmo dono da Telefonica. Portanto, vocês de outros estados são felizes e não sabem, pois nós aqui em São Paulo sofremos em dobro. E como eu sou legal com vocês… NESTE LINK TEM PROVEDOR GRÁTIS PARA O SPEEDY!!! CLIQUE AQUI E APROVEITE!!!

Muito bem, a cliente (uma das senhorinhas que não entende patavinas de computador) eplica que, em setembro/2008, assinou o plano do Terra ao preço de R$ 9,90. Em 20/10, ela teve uma cobrança de R$ 17,50, em 20/11, R$ 21,20 e 20/12, R$ 17,50. Nunca chegou a conta certa, solicitou revisão de conta várias vezes e, ao fim, depois de ser informada que, o que realmente cadastraram no plano dela foi um plano de R$ 24,90 com desconto de R$ 10,00, ela resolveu cancelar. E aí, começou a via crucis (ou, como gosto de dizer, a reprise do jogo XV de Piracicaba e Novorizontino. Resultado? 0 a 0).

Solícito, resolvi ajudar: primeiro, o Terra passou o número do 0800 errado. Passei o número certo, ofereci a opção dos provedores gratuítos, fiz dois cadastros de contas e configuração do Speedy com estas contas. Neste meio tempo, a velhinha, coitada, repetindo insistentemente que queria cancelar o seriviço, e as atendentes do Terra, que são uma combinação de cones do Detran de tão burras com velhas surdas da Praça é Nossa, insistindo para que ela permanecesse com o serviço (ALÔ, PROCON, ANATEL!!! O TERRA QUEBRANDO A LEI DE TELEMARKETING!!!).Depois da minha parte pronta, peguei o telefone e fui para aquelas já conhecidas inúmeras ameaças. Cancelamento feito.

Minhas dicas para os leitores do blog e internautas são:

– Não assinem o Terra pago. NUNCA!!!
– Se assinar, vá armado de paus e pedras para cancelar o serviço.
– Existem provedores de Seedy grátis (mais uma vez o link: clique aqui).

E agora, deixe tocar a vida (ou seja, postar minhas bobagens no Feedback News… ei, o que você está fazendo que não visitou e comentou lá???)