Fica evidente que a intensão da Intel é entrar de cabeça no emergente mercado dos tablets, e pelo o que parece, o Oak Trail será a sua grande arma. A plataforma Atom SoC se encontra mais próxima do Moorestown do que do Pine Trail ou Pine View, e a grande diferença é que neste aqui a Intel adicionou o Lincroft e Whitney Point, para permitir o suporte ao Windows 7.

Também suportará os sistemas operacionais da Google (Android e Chrome OS) e o MeeGo, deixando total liberdade de escolha para o cliente. Não há muito mais que a Intel tenha dito sobre o que se refere à sua arquitetura, mas sabemos que a ausência de ventilador permitirá tablets muito mais finos e com uma duração de bateria superior do que a atual plataforma Menlow, permitindo também a reprodução de vídeos a 1080p e suportando HDMI.

Porém, para ver tudo isso em ação, vamos ter que esperar até o começo de 2011, na melhor das hipóteses. Esta data coincide, curiosamente, com o lançamento do Eee Pad da ASUS. Será que já teremos esta nova tecnologia nestes novos tablets? Vamos ter que esperar para descobrir.

Fonte