A Intel divulga algumas de suas previsões para o ano de 2011 relacionadas ao desenvolvimento de novas tecnologias e de novos nichos de mercado. De acordo com a visão da Intel, as tecnologias em 2011 serão mais inteligentes, poderosas e eficientes. Os processadores, tradicionalmente relegados ao computador, continuarão a se expandir para novos mercados, gerando grandes transformações para a vida das pessoas, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.


No Brasil, a Intel espera um ano de resultados expressivos em 2011, em grande parte movido pelo contínuo crescimento das vendas nos mercados de computadores para o uso pessoal e corporativo, e em parte pela chegada de novas classes de dispositivos equipados com tecnologia Intel. Pesquisa recente realizada pela Ipsos a pedido da Intel revelou que 38% dos Brasileiros pretendem comprar um novo computador em 2011, fator que irá guiar o crescimento do mercado nacional. As Regiões Norte e Sul são as que apresentam maior intenção de compras, com destaque para o Rio Grande do Sul, onde 50% dos entrevistados declarou que pretende comprar um desktop, notebook ou netbook nos próximos 12 meses.


A mesma pesquisa mostrou que o PC continua a ganhar espaço nos lares brasileiros, com 58% dos domicílios equipados com pelo menos um computador. O crescimento do mercado, para a Intel, virá não somente pelo grande número de lares adquirindo seu primeiro computador, mas também por uma tendência de individualização do uso do PC. Em 2011, a Intel espera não só um aumento no número de lares com computadores, mas também mais computadores dentro de um mesmo lar. No Distrito Federal, o índice de individualização do PC já atinge 35,6% das residências.

Abaixo estão algumas das previsões da Intel sobre as tendências esperadas para 2011:


1.  A TV Inteligente será uma realidade

É esperado um grande número de empresas de TV, cabo e eletrônicos de consumo se unam à Sony, Logitech, Boxee e Cisco no segmento de mercado de TV e Vídeo inteligente. Até o final de 2011, essas empresas deverão ser capazes de medir a aceitação do público para a TV inteligente – sucesso ou fracasso?


2. Venda de notebooks cresce

A venda de notebooks continuará experimentando um forte crescimento graças aos processadores da 2ª Geração Intel® Core™ que adicionam inúmeras características relacionadas a gráficos e alta definição (HD) para os consumidores, incluindo wireless display para assistir o conteúdo do computador na TV. Além disso, com capacidades corporativas melhoradas, como a Tecnologia Anti-Furto da Intel, investimentos em TI para servidores, a atualização de PCs e notebooks deve aumentar.

3. Tablet Mania, “Hibridização”

A computação Tablet, em diversos formatos e com diversos sistemas operacionais, inundará o mercado. Espera-se ver produtos híbridos tablet/netbook como o protótipo da Dell* baseado na Intel revelado no Intel Developer Forum ou o novo Macbook Air* de 11 polegadas, que parece e se comporta como uma combinação dos melhores netbooks com os melhores tablets.


4. A Lei de Moore prospera

Inovações e técnicas de manufatura continuarão a desafiar os céticos que dizem que a Lei de Moore está morta. Isso significa que nos próximos anos, enquanto bilhões de novos dispositivos adquirem capacidade de computação e conectividade à Internet, eles terão melhor desempenho com mais características embarcadas no silício, ao mesmo tempo em que reduzirão dramaticamente o consumo de energia e ampliarão a duração da bateria.


5. Maior segurança

À medida que os requisitos de TI mudam rapidamente devido a um cenário de ameaças cada vez mais complexo, além de novos modelos de uso, incluindo nuvens e inúmeros dispositivos CE se conectando a Internet, a segurança continuará sendo uma das maiores prioridades para a indústria de TI. Ao longo do próximo ano, a indústria focará as capacidades fundamentais para a proteção da infra-estrutura e a manutenção dos segredos de pessoas e empresas. Os processadores Intel® Core™ vPro™, a aquisição do McAfee pela Intel e os inúmeros projetos envolvendo os chips de silício da Intel serão importantes para isso.


6. PCs e Dispositivos Inteligentes ganham consciência: Compreensão de contexto e computação baseada na percepção

Os consumidores acabarão se apaixonando pela primeira onda de computadores com capacidade de percepção e compreensão de contexto, que lançam as tecnologias hard e soft sensor. Por exemplo, um dispositivo móvel chamado de Assistente Pessoal para Férias usa as tecnologias da computação com compreensão de contexto para ajudar a conseguir o máximo das viagens de férias. Os dispositivos portáteis usam “hard sensors” (câmeras que reconhecem objetos e informações baseadas no GPS) e “soft sensors” (informação que os viajantes inserem no dispositivo como preferências de datas e culinárias) para fazer as melhores recomendações relacionadas a lugares para visitar, comer e desfrutar.


7. Consumidores comprando marcas confiáveis em condições econômicas incertas

A incerteza econômica que ainda paira sobre alguns mercados continuará sendo a força motriz para uma forma mais consciente de consumo e tomada de decisões por parte dos consumidores. A maioria dos consumidores pensará duas vezes sobre o que comprar. Apesar desse estado contínuo de incerteza, os consumidores provavelmente retornarão às marcas conhecidas, pois elas incorporam um investimento confiável e demonstram qualidade comprovada.


8. A “consumerização” da TI

2011 marcará o ponto onde veremos uma enxurrada de dispositivos de consumo e dispositivos empresariais. Vimos isso em 2010, com os telefones iPhone* e Droid* dando uma mostra disso dentro dos firewalls corporativos. Os funcionários desejarão usar suas soluções pessoais para a produtividade no trabalho e os empregadores desejarão melhorar o ambiente corporativo com dispositivos para melhorar a produtividade.  A virtualização, a tecnologia anti-furto, a gestão remota e a segurança colaborarão para isso.


9. Sinalização inteligente

Letreiros digitais interativos com características semelhantes ao filme “Minority Report” se tornarão amplamente aceitos, apresentando novos modos de interação, incluindo o reconhecimento de rostos e gestos.


10. Revolução dos consumidores em relação ao consumo e meio ambiente

Os consumidores passarão de conversas sobre a gestão do seu consumo de energia a fazer algo real com inúmeros dispositivos e serviços para a gestão do consumo de energia doméstico surgindo no mercado.


11. Tecnologia automotiva

Com tecnologias sofisticadas funcionando como o sistema nervoso central dos carros atuais, novas tecnologias para veículos estão atraindo muitos investimentos, seja em novas características de entretenimento, no controle via interface de voz, sem a necessidade de usar as mãos, para smart phones, seja em outras tecnologias de segurança ou funções do motorista realizadas automaticamente pelo veículo.


12. Ótima previsão para a computação em nuvens e virtualizada

A nuvem empresarial decolará à medida que novos serviços baseados em nuvens são reformulados para o uso empresarial, incluindo redes sociais. Com as principais corporações de grande porte investindo na virtualização de seus respectivos ambientes em 2010, o próximo ano também verá a criação de soluções para nuvens internas. Além disso, a renderização baseada em nuvens será feita na nuvem e transmitida via redes de banda larga para dispositivos com modesto poderio de processamento gráfico.

via assessoria de imprensa