O mercado de ultra portáteis parece que deu uma desacelerada. Pelo menos é o que aponta a última decisão da Intel, que vai esperar que aumente a demanda de produtos para começar com a produção de uma nova plataforma. Segundo conta o Digitimes, a Intel se viu obrigada a atrasar o lançamento de sua nova família de CPUs ultra finos, fazendo com que, por sua vez, a Acer deixe de lado os seus portáteis ultra finos e volte a se concentrar na linha TimelineX, baseada em Calpella. A Intel não se pronuncia sobre o assunto, e pelo andar da carruagem, não deve ser o único atraso que a Intel vai promover nesta plataforma de processadores.

Fonte