Nas últimas semanas, alguns rumores foram lançados pela internet sobre um suposto iWatch, um relógio inteligente da Apple. Acontece que esse não é um conceito novo, e a tendência é que todos os fabricantes de tecnologia comecem uma corrida desenfreada para lançarem as suas propostas antes da empresa de Cupertino. Um exemplo disso é o i’m Watch, que já estava em desenvolvimento antes dos rumores do modelo da Apple começarem, e se auto proclama “o primeiro smartwatch do mundo”.

O relógio já está disponível para compra no mercado internacional, com um preço sugerido de US$ 349 (preço promocional: o valor real é de US$ 449). O relógio conta com conectividade Bluetooth, que permite que o acessório se comunique com o smartphone para ver chamadas recebidas, mensagens de texto, e-mails e outras notificações que são exibidas diretamente na tela do relógio. Os usuários podem atender ou recusar as chamadas com um simples toque na tela do relógio, além de contar com um alto-falantes que permitem a comunicação por viva-voz.

O i’m Watch foi desenvolvido para rodar múltiplos aplicativos diretamente no relógio, tais como playlists musicais, bússola e até jogos. Obviamente, o modelo conta com pulseiras multicoloridas, para seguir o estilo do usuário, além de pulseiras temáticas.

O produto possui uma bateria integrada, que promete uma autonomia entre 48 e 72 horas em standby. O tempo de conversação varia de acordo com o uso, e o modelo ainda conta com a conectividade GSM integrada, para trabalhar com operadoras de telefonia sem a ajuda de um smartphone.

Os modelos mais caros (parte das coleções criadas para lançamento do produto) podem alcançar preços iniciais de US$ 1.049. Uma tiragem de luxo, com diamantes encravados, tem preço inicial sugerido de US$ 1.999.

Via SlashGear