samung-galaxy-s6-header

A Samsung se recuperou do golpe sofrido com o lançamento dos novos iPhones e da chegada das fabricantes chinesas em mercados emergentes. Pelo menos no estudo da IDC, a sul-coreana voltou a assumir a liderança de vendas globais de smartphones.

Vale lembrar que unidades colocadas no mercado e vendidas não quer dizer necessariamente a liderança nos lucros ou ingressos, e nesses dois últimos aspectos, a Samsung não deve estar muito contente. Essa é uma forma de avaliar a sua presença no mercado, mas não é a única válida para determinar uma liderança.

De qualquer forma, o cenário para a Samsung mudou muito no primeiro trimestre de 2015, e positivamente. Isso já se nota com os novos Galaxy S6 no mercado. Mesmo sem conseguir melhores números que no mesmo período de 2014 (7% a menos), mas ao menos conseguiu frear o avanço da Apple, que dominou as vendas no último trimestre do ano passado.

A Samsung colocou 82.4 milhões de smartphones no mercado nos três primeiros meses do ano, deixando a empresa com 24.5% de mercado. Nas contas da IDC, a Apple subiu três pontos, alcançando 18.2%, com 61.2 milhões de unidades distribuídas.

É sempre bom lembrar que a Apple tem uma oferta de smartphones muito menor que a Samsung, e que os seus novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus estão se assentando no mercado. Mas eles estão vindo do melhor trimestre de sua história (no quarto trimestre de 2014), e nesse trimestre, eles cresceram 40% em relação ao mesmo período do ano passado, com smartphones caros. Na China, esse crescimento foi de 63%.

O que fez a Samsung recuperar a liderança foi a demanda de smartphones nos mercados emergentes do sudeste asiático, Oriente Médio e África, com modelos mais acessíveis. Além disso, a nova família Galaxy A é considerada um sucesso.

650_1200

Tudo indica que o segundo trimestre de 2015 será ainda melhor para a Samsung, por conta dos novos modelos top de linha no mercado. Os novos Galaxy S6 devem catalizar as vendas do trimestre.

Nos acostumamos a ver Samsung e Apple como líderes isolados em relação aos demais. Porém, do terceiro lugar para baixo, muitas empresas estão crescendo, e a disputa se tornou muito interessante nesse pelotão.

Em terceiro lugar está a Lenovo (com a ajuda da Motorola), com um crescimento de 49.2% em relação ao mesmo período de 2014. Na sequência temos Huawei e LG. As três estão separadas por 1% de cota de mercado (5.6%, 5.0% e 4.6%). Vale a atenção para o crescimento dos vizinhos coreanos da Samsung, que crescem no mundo todo, melhorando suas fatias de mercado de forma significativa em mercados como o norte-americano. A LG mesmo vendeu 15.4 milhões de unidades no trimestre, e elevou as expectativas de vendas do LG G4.

650_1200 (1)

 

Mais smartphones que em 2014

Deixando de lado os fabricantes e marcas, nesse primeiro trimestre de 2015 foram vendidos 336.5 milhões de smartphones, ou 16.7% a mais do que no mesmo período de 2014 (288.5 milhões).

São números menores do que o período natalino (obviamente), mas somando todos os tipos de telefones móveis, foram vendidas 458.9 milhões de unidades em todo o planeta. Uma quantidade estável em relação ao ano passado.

Via IDC