smartphones-2014

Os chineses estão se tornando uma grande dor de cabeça para Apple e Samsung no mercado mobile. O último relatório da IDC sobre as vendas do segundo trimestre de 2014 mostram que as duas gigantes perderam cota de mercado para nomes como Huawei e Lenovo.

Além das duas (que aparecem no top 5), marcas como ZTE ou Xiaomi também seguem crescendo de forma exponencial. Vale lembrar que a Apple vendeu mais iPhones no último trimestre do que no mesmo período de 2013, e tudo indica que eles apostam na estratégia de maior variedade de dispositivos (dois modelos de iPhone a cada lançamento), mas assim como a Samsung, perdeu cota de mercado de forma significativa.

A queda da Samsung é ainda mais chamativa, já que tem uma proposta mais semelhante ao dos fabricantes chineses.

650_1000_idc-smartphone-share-q2-2014

Olhando para os dados do primeiro trimestre de 2014, vemos que a queda era previsível, já que Huawei e Lenovo já eram as que mais cresciam. Além disso, é interessante ver como a coreana LG cresce, conseguindo uma fatia de mercado maior em um segmento já estabelecido, diferente da Samsung, que conquistou sua fatia quando o mercado ainda estava se consolidando.

O mundo mobile não vai mudar de um dia para outro, e a Samsung segue líder no mercado mobile com uma vantagem considerável, e possui recursos para se manter líder por muito tempo. Eles venderam no segundo trimestre 74.3 milhões de unidades de smartphones, três milhões a menos em relação ao mesmo período do ano passado. A cota da Samsung é de 25.2%, uma queda importante em relação aos 32.3% registrados no ano passado, no mesmo período.

Já a Apple sofreu queda semelhante: de 13% em 2013, passou para 11.9%. Nem quatro milhões a mais de smartphones vendidos ajudou a evitar essa queda.

Nos sistemas operacionais, sem muitas dúvidas: o Android domina (tanto na análise da IDC como na da Gartner).

A Huawei é a terceira colocada do último trimestre, com 7% do mercado. Eles venderam 20 milhões de unidades no último trimestre, ou o dobro do volume vendido no mesmo período em 2013. No primeiro semestre de 2014, o aumento nas vendas foi de 62%.

Já a Lenovo vendeu quase 16 milhões de unidades, e mesmo sem um crescimento espetacular, ainda tem margem de crescimento, pois vai entrar em novos mercados, direta ou indiretamente (com a ajuda da Motorola).

Na quinta posição, aparece a sul-coreana LG, com uma proposta de linha média/baixa muito atraente, e uma aposta nos modelos top de linha muito bem elogiados (LG G2 e LG G3). Venderam 14.5 milhões de unidades no último trimestre, ficando com uma cota de mercado de 5%.

As chamadas “outras” (empresas) englobam Motorola, HTC, Sony, Xiaomi, (finada) Nokia (agora) Micrsoft e diversos fabricantes chineses, indianos e derivados, que também aumentaram sua fatia de mercado.

No total, foram vendidas 295 milhões de unidades de smartphones entre os meses de abril e junho. Em 2013, no mesmo período, foram vendidas 240 milhões de unidades.

Via IDC