gartner-pc-q3-2013-1

As vendas de computadores caíram de forma considerável nos últimos trimestres, e talvez o principal motivo dessa queda seja a revolução criada pelos dispositivos móveis, como os smartphones e os tablets. Mas para a sorte dos fabricantes, esse cenário está a ponto de mudar. É o que informa os relatórios do último trimestre, realizados pela IDC e pela Gartner.

Até agora, a cada trimestre, as vendas de computadores tradicionais (notebooks, netbooks, ultrabooks e PCs) sofreram reduções de vendas consecutivas, e de dois dígitos. Porém, no último trimestre, o resultado nas vendas foi diferente: a queda média foi de 8%, criando um ponto de esperança nesse mercado tão sacrificado.

Grandes fabricantes como Lenovo, HP e Dell registraram um aumento em suas vendas, muito em partes por causa da chegada do Windows 8.1 ao mercado. Sim, o sistema ainda não foi lançado oficialmente, mas o mercado varejista está apostando que essa nova versão pode fazer com que o volume de vendas aumente, ainda mais em um período de final de ano. Logo, o número de envios de unidades também aumentou.

Por outro lado, tanto a Acer quanto a ASUS continuam com problemas nas vendas de netbooks, que estão considerados extintos no mercado de tecnologia, já que não são capazes de competir com os tablets no volume de vendas.

É fato que não se espera um grande aumento nas vendas dos computadores. Os usuários domésticos/casuais já abraçaram em definitivo os tablets como o dispositivo principal para as suas atividades. O que podemos esperar é um pouco mais de estabilidade, e uma queda cada vez menor no volume de vendas. Talvez os fabricantes finalmente encontraram um equilíbrio entre seus produtos e os dispositivos móveis, e podem agora trabalhar nessa margem de vendas, focando os seus esforços em uma nova realidade de mercado.

gartner-pc-q3-2013-2

Via IDC, Gartner