A ICON, startup com sede em Austin, apresentou na SXSW 2018 um novo método para fabricar casas usando impressão 3D, onde conseguem entregar o imóvel em um prazo entre 12 e 24 horas, com um custo total entre US$ 4 mil e US$ 10 mil.

As casas impressas em 3D podem ser a solução perfeita para os sem teto de todo mundo, com vantagens sustentáveis em comparação a outras soluções que só beneficiam a alguns poucos.

A proposta da ICON é bem interessante, pois tem foco no aproveitamento da tecnologia para evitar o desperdício. A empresa conta com o apoio da New Story, organização sem fins lucrativos que se dedica a buscar soluções de moradia para pessoas em situação de pobreza extrema.

 

 

A New Story já está construindo casas para diversas comunidades em El Salvador, Bolívia e Haiti, e a parceria com a ICON vai resultar em 100 casas para uma comunidade em El Salvador. Cada casa terá 198 metros quadrados, com sala de estar, cozinha, quarto, banheiro e formato curvo na área externa.

A ICON utiliza apenas concreto para imprimir as casas, com a ajuda de uma impressora Vulcan, permitindo assim criar um acabamento sólido e atraente. Essa impressora pode criar casas de até 250 metros quadrados em um tempo máximo de impressão de 24 horas. As casas podem receber sensores que medem a qualidade do ar, para o bem de quem tem problemas respiratórios.

 

 

Ao final dos testes, a impressora Vulcan será enviada para El Salvador, para iniciar a construção das 100 casas. E, mesmo parecendo ser um bom projeto, o ICON começa a enfrentar críticas dos sindicatos de trabalhadores da construção civil, que entendem que tais métodos seriam um risco em potencial para os postos de trabalho do setor.

 

 

Quando o projeto em El Salvador acabar, a ICON quer manter a parceria com a New Story para novos projetos, além daqueles desenvolvimentos privados dentro dos Estados Unidos.

 

 

 

Via ICON