Hydrogen One

A RED, empresa de câmeras cinematográficas, anunciou que fabricou o primeiro telefone holográfico do mundo que dispensa o uso de óculos para visualização do conteúdo. Mais: se tudo der certo, o produto chega ao mundo no começo de 2018.

O Hydrogen One é um smarphone Android com chassi de alumínio que custará US$ 1.195 (mais US$ 400 se você quiser um acabamento de titânio – impostos não incluídos nos dois casos), e conta com tela de 5.7 polegadas com capacidades holográficas “profissionais”, que podem transitar entre o conteúdo 2D tradicional para o 3D e imagens especiais de quatro modos de vista.

Isso é possível por conta de uma nanotecnologia própria da empresa, que não revela maiores detalhes, além de oferecer suporte para realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista.

Não bastando tudo isso, o Hydrogen One é modular, permitindo a adição de acessórios externos com a ajuda de um conector especial, pensado na captura de imagens de alta qualidade e em movimento. O modelo vai incluir porta USB Type-C, slot para cartões microSD e conector para fones de ouvido.

A RED parece levar o assunto muito a sério, sendo bem realista sobre suas possibilidades de produção e não se comprometendo a cumprir os prazos estabelecidos de distribuição ou o preço estabelecido inicialmente.

Dada a pouca experiência da RED no segmento de telefonia e o quão ambicioso o projeto é, fica difícil não ter uma boa dose de ceticismo. Mesmo assim, falamos de um gigante do seu setor, uma empresa séria e confiável, que deixa claro que o produto vai chegar ao mercado em algum momento.

Só nos resta esperar.

 

Via RED