Hugo Barra

 

Hugo Barra, vice-presidente e responsável pela expansão internacional da Xiaomi, se despediu da empresa chinesa para voltar para Silicon Valley.

O brasileiro anunciou sua decisão em sua conta pessoal no Facebook. Barra ficou na Xiaomi por três anos e meio, vindo da Google onde era vice-presidente de gestão do Android, e segundo na escala de comando do sistema operacional, ficando atrás apenas de Andy Rubin.

Dizia a boca pequena que o que motivou a saída de Barra da Google foi o relacionamento amoroso de Sergey Brin com a namorada de Barra, também funcionária da Google. Por sua vez, o caso provocou a separação de Brin com sua esposa, Anne Wojcicki.

Mas isso não interessa hoje. O que importa é que a saída de Hugo Barra chega em um momento de mudanças no corpo diretivo responsável pelo Android. Sem falar na preocupação da própria Google por conta dos segredos que o brasileiro compartilhou com a Xiaomi.

 

 

Também é fato que Hugo Barra sai da Xiaomi com o dever cumprido, deixando a empresa em boa posição para a sua expansão global, com reconhecimento em todo o planeta e uma das maiores vendedoras de smartphones do mercado, além de sua parcial diversificação ao atuar em outros segmentos de produtos.

Já Barra volta para Silicon Valley para “criar uma grande startup do zero”. Veremos com o tempo se será um projeto relacionado com os smartphones. Ele também menciona a família como um dos motivos mais fortes para sua saída, já que fez sua vida em Silicon Valley.

 

Via Hugo Barra (Facebook)