p8-max

Para fazer companhia ao recém anunciado P8, a Huawei apresentou o P8 Max, versão phablet do seu novo smartphone top de linha.

O dispositivo possui uma tela com nada menos de 6.8 polegadas (1080p). Um tablet, diriam os mais sensatos. E a Huawei promete que ele não terá problemas em se encaixar em qualquer bolso. Veremos.

O modelo tem como diferencial contar com uma grande tela, mas ao mesmo tempo receber linhas bem cuidadas, que comprimem a aparência final do dispositivo. Com isso, o P8 Max não é tão espesso como muitos imaginam, principalmente depois que ouvimos a quantidade de polegadas que o dispositivo possui.

O Huawei P8 Max conta com espessura de apenas 6.8 mm (é mais fino que a sua concorrência direta), e alcança os 83% de superfície de tela, acima dos 73% do iPhone 6 e dos 80% do Galaxy Note 4. Para alimentar essa tela toda com algum tempo decente de autonomia, a sua bateria possui generosos 4.360 mAh, que prometem um funcionamento de quase dois dias e meio.

O segredo dessa bateria é o curioso sistema de recarga inversa, que permite ao P8 Max ser carregado por outro dispositivo, e que sirva também de fonte de alimentação externa auxiliar, outro recurso que a Huawei apresenta como novidade.

O P8 Max aproveita dos mesmos princípios de desgin do P8, além de herdar a câmera traseira e os seus recursos inteligentes, assim como o hardware e processador, integração do sistema de duas antenas, capacidade de armazenamento, RAM e sistema de armazenamento. Sua câmera frontal é de 5 megapixels.

O Huawei P8 Max chegará ao mercado com preços de 549 e 649 euros, para os modelos com 32 GB e 64 GB de armazenamento, respectivamente.