huawei-mate-9

 

Sem surpresas (por conta dos vazamentos). a Huawei apresentou hoje (3) de forma oficial o seu novo smartphone top de linha, o Huawei Mate 9.

É o modelo com maior tela do portfólio da empresa, e conta com algumas das características já presentes no Huawei P9, como uma câmera dupla com lentes Leica, além de marcar a estreia do novo processador Kirin 960.

Além disso, conta com uma edição especial, desenvolvida em parceria com a Porsche, com tela de 5.5 polegadas.

 

 

Huawei Mate 9: especificações técnicas

 

huawei-mate-9-02

 

O Huawei Mate 9 possui uma tela de 5.9 polegadas, com resolução de 1080 pixels (373 pixels por polegada), sendo que a edição Porsche possui resolução QHD, mas em 5.5 polegadas de diagonal. As duas telas contam com tecnologia IPS>

É mais um smartphone que opta pelas curvas no design e a construção de metal. A Porsche Edition conta com uma tela curva.

 

 

De novo, a Leica. De novo, duas lentes

 

huawei-mate-9-08

 

A Huawei se aliou mais uma vez com a Leica para integrar no Huawei Mate 9 um sistema de câmera dupla, uma monocromática e outra colorida.

As duas lentes contam com abertura f/2.2 mas só o sensor RGB conta com estabilização ótica de imagem de seis eixos. Há um maior detalhe nos disparos em diferentes condições de iluminação, e as duas câmeras podem gravar vídeos em 4K.

Outra novidade é a incorporação de um foco 4 em 1, com laser, detecção de fase, profundidade e contraste. Além disso, o consumo da bateria pela câmera foi reduzido em até 50%.

 

 

Bateria: que sobre capacidade, e que não falte velocidade

 

huawei-mate-9-bateria

 

O novo smartphone conta com uma bateria de 4.000 mAh, com o sistema de recarga rápida Super Smart, que promete uma comunicação contínua entre o carregador e a bateria.

O sistema promete que não vai aumentar tanto a temperatura do dispositivo durante a recarga, ficando abaixo do Galaxy S7 nesse sentido (50% a menos de temperatura, abaixo dos 5 graus centígrados), de acordo com medições em 40 minutos de recarga.

 

huawei-mate-9-bateria-02

 

 

Um algoritmo que aprende com o usuário

 

O Huawei Mate 9 estreia um algoritmo desenvolvido nos últimos três anos que, trabalhando em conjunto com o processador Kirin e a interface EMUI, é capaz de aprender os costumes do usuário no uso do software para melhorar a experiência com o dispositivo.

A ideia é reciclar e classificar os recursos com o Real Time Recycling e a divisão de apps em categorias de acordo com o uso, a localização e o momento em que são executados.

São três grupos de classificação: armazenamento, memória e computação. Os três terão o consumo de memória gerenciado, onde aplicativos secundários serão encerrados, deixando a memória livre para os apps prioritários.

 

 

EMUI deve receber novidades

 

huawei-mate-9-software

 

O Huawei Mate 9 conta com o Android 7.0 Nougat revestido com a interface EMUI 5.0.

Essa interface segue evoluindo, e dessa vez permite que os usuários organizem os aplicativos em grupos. Deixando de lado os detalhes de design, destacamos uma navegação mais rápida e com menos passos para executar tarefas, incorporando um sistema de prevenção de toques acidentais.

A interface conta com gestos rápidos para determinadas ações, além de funções especiais como escaneamento de cartões ou exibir telas especiais com a Smart Cover.

Além disso, o WhatsApp e o Facebook terá um recurso de gestão de duas contas, além de ter suporte ao Google Daydream.

 

huawei-mate-9-cores

 

O Huawei Mate 9 terá preço inicial sugerido de 655 euros, para a versão com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Estará disponível em até seis opções de cores (Space Grey, Moonlight Silver, Mocha Brown, Champagne Gold, Ceramic White e Black).

 

huawei-mate-9-porsche-design

 

Já o Huawei Mate 9 Porsche Design, com 6 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, tem preço sugerido de 1.395 euros.

Mais imagens dos modelos a seguir.

 

 

huawei-mate-9-07 huawei-mate-9-05 huawei-mate-9-06 huawei-mate-9-04 huawei-mate-9-03