huawei-mate-8-02

A Huawei apresentou oficialmente o Huawei Mate 8, substituto natural do modelo do ano passado, apresentando melhorias em relação ao modelo mais completo da empresa, o Mate S. Uma das principais novidades desse novo smartphone é a presença do processador próprio da empresa, o Kirin 950.

O modelo mantém a sua tela de 6 polegadas (Full HD), com 95% de NTSC  e bordas arredondadas nas suas extremidades (2.5D). Mas o principal destaque do Huawei Mate 8 é mesmo o processador Kirin 950, desenvolvido pela própria Huawei com a ajuda da HiSilicon, prometendo uma eficiência e desempenho através da fabricação em 16 nanômetros FinFET em oito núcleos de processamento.

O chip trabalha com uma GPU ARM Mali T880MP4 a 900 MHz, o que pode explicar a presença do Full HD e não de resoluções mais elevadas. Sua bateria de 4.000 mAh teria uma autonomia 30% melhor que a do Mate 7, e esse é um smartphone com conectividade LTE Cat 6, e um co-processador dentro do Kirin 950 (i5) se encarrega de gerenciar todos os sensores do dispositivo.

Por fim, o Huawei Mate 8 está disponível em duas versões: 3 GB de RAM, com 32 GB de armazenamento, ou 4 GB de RAM e 64/128 GB de armazenamento. Ambas com dual SIM e slot para cartões microSD.

huawei-mate-8

As câmeras desse smartphone são da Sony (IMX298), onde o sensor traseiro é de 16 megapixels (f/2.0), e o sensor frontal possui 8 megapixels, e é o mesmo presente no Huawei Mate S. O leitor de digitais fica logo abaixo da câmera, e foi melhorado na sua velocidade e reconhecimento. As linhas gerais do smartphone foram arredondadas para que o seu tamanho não fique desproporcional nas mãos.

O Huawei Mate 8 chegará ao mercado da China em janeiro de 2016, e muito provavelmente veremos todos os detalhes desse smartphone na CES 2016, em Las Vegas. Todo o conjunto será gerenciado pelo sistema operacional Android 6.0 Marshmallow. Preços sugeridos de 400 euros para o modelo mais básico, e de 600 euros para os modelos mais avançados.