Considerando a avalanche de tablets com Windows 8 que vimos durante a Computex 2012, a ausência da HTC no segmento é algo muito suspeito. Enquanto os seus rivais taiwaneses e sul-coreanos apresentavam todo um arsenal de dispositivos com telas generosas e sensíveis ao toque, o fabricante de smartphone ficava silenciosa, vendo todos esses lançamentos. Mas segundo a Bloomberg, “não deixaram outra opção para a empresa”.

A agência de notícias divulgou, com fontes bem implantadas, que a HTC recebeu um não da Microsoft na hora de desenvolver os seus tablets com Windows RT/Windows 8, supostamente porque a gigante de Redmond não confiam na sua pouca experiência no segmento.

Isso (imagino eu) se reforça com o risco de que os seus produtos em conjunto não foram totalmente satisfatórios no mercado no passado, e a Microsoft quer que o Windows 8 para tablets seja algo perfeito. Outro fator por trás dessa decisão seria o suposto fato que “a HTC não vende os suficientes dispositivos”, como para situá-la em uma posição privilegiada em uma cadeia de lançamentos.

Seria isso mesmo? A relação entre HTC e Microsoft era relativamente cordial, mas entre esta notícia (que precisa ser confirmada ou desmentida) e os devaneios de Ballmer, não sei muito bem no que pensar.

Via Bloomberg