wifi

 

Os cafés do Canadá começaram a vetar o uso de internet WiFi de seus estabelecimentos porque um café e 60 minutos de internet de graça por pouco mais de R$ 3 é uma conta que não fecha.

As pequenas cafeterias locais se deram conta que cada vez mais são os usuários viciados em café, trabalho e WiFi. Aqueles que ocupam as mesas durante horas, resultando em um único som que se ouve no estabelecimento como o das teclas dos dispositivos sendo acionadas.

Pode até ser uma maneira mais econômica de trabalharem, já que o usuário faz do estabelecimento comercial um escritório de baixo custo. E, teoricamente, o dono do café tem uma alternativa a mais de gerar receita.

Mas isso, na teoria. Na prática, o dono do café perde dinheiro, pois quanto mais tempo o cliente fica no local sem consumir produtos, mais clientes rotativos o estabelecimento perde.

 

 

Por isso, os donos dos estabelecimentos estão desconectando a internet sem fio. Afinal de contas, os clientes ali entravam e saíam rapidamente quando viam um ambiente de escritório, frio e sem graça, sem qualquer tipo de interação humana.

A decisão, inicialmente, prejudicou os estabelecimentos. Porém, o prejuízo imediato se transformou em lucros a longo prazo. Algumas cafeterias adotaram uma medida intermediária: eliminar o WiFi nos horários de pico dos clientes, que deixou todos os lados satisfeitos.

 

Via The Globe and Mail