A má fama dos Hooligans chegaram à Rússia durante a Copa do Mundo 2018. Os fanáticos torcedores britânicos conseguiram falsificar a quase inviolável FAN ID da competição.

Eles se aproveitaram de algumas vulnerabilidades da credencial de acesso dos estádios, e assim piratearam códigos do FAN ID disponíveis na internet.

Para obter o FAN ID, é preciso passar por um longo processo prévio estabelecido pela FIFA. Mas por conta da falha, bastava digitar o código de barras da entrada da partida. Os códigos estavam disponíveis na internet, através de fotos de ingressos publicadas por desavisados no Instagram.

Assim, o sistema de identificação preparado pelos russos para evitar torcedores indesejáveis era facilmente violado pelos Hooligans.

Vale lembrar que o FAN ID é um item essencial para os turistas dos países que não contam com o cartão VISA para ingressar nos estádios da Copa do Mundo. A FAN ID é escaneada para entrar no estádio e acessar de forma gratuita o transporte público durante o seu deslocamento para o local da partida.

 

+info