hideo-kojima

Hideo Kojima, pai da saga Metal Gear, deixou oficialmente a Konami, depois de uma série de rumores que tiveram pontos muito criticáveis, a ponto da empresa proibir Kojima a assistir uma premiação (por exemplo). Os motivos para a ruptura nunca ficaram explícitos, mas diversas fontes indicam as discrepâncias econômicas pelos altos valores investidos em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

Outros afirmam que a saída de Kojima também está relacionada à mudança de rumo da Konami, que passaria a apostar nos jogos para smartphones. O que não faz muito sentido, já que a própria Konami afirmou que vai seguir apostando nas suas grandes franquias para consoles e PC.

Porém, está claro que por trás da saída de Kojima existe algo maior do que uma simples discrepância econômica, ainda mais se levarmos em conta os 30 anos de serviços prestados na Konami. A prova disso é que foi confirmada a existência de um estúdio independente, a Kojima Productions, que já está negociando com a Sony para o desenvolvimento de um novo jogo exclusivo para o PS4.

Vale lembrar que a saga Metal Gear é de propriedade da Konami, ou seja, a saga de jogos deve continuar sem a presença de Kojima.

kojima-neue

A decisão de optar pela Sony no lugar da Microsoft  não surpreende muito, já que ao longo de todos esses anos, a saga Metal gear sempre se caracterizou por ser exclusiva para o PlayStation (por um determinado período ou com títulos isolados). A Sony não quis perder a oportunidade, e publicou um vídeo onde Andrew House torna público o acordo com a Kojima Productions.

 

Via GameSpot