650_1000_eeuu_sony_corea

Os ataques à Sony começam a tomar um novo rumo. Josh Earnest, secretário de imprensa da Casa Branca, infomra que o governo dos EUA considera o ataque e as ameaças contra a Sony Pictures como ‘um assunto de sergurança nacional’, e planejam ‘uma resposta proporcional’.

O secretário também mencionou que eles já se preparam para tornar público o principal suspeito dos ataques, mas o que realmente chama atenção é que pelo tom do comunicado e a forma que se dá a entender, os Estados Unidos está deixando de lado o caminho diplomático, pensando na resposta aos ataques.

Por outro lado, Earnest comentou que eles ainda não estão em posição de confirmar em 100% que a Coreia do Norte está por trás dos ataques, mas as investigações continuam, deixando claro que qualquer ação posterior a ser tomada contra o grupo de crackers, funcionários da Sony, suas famílias ou ameaças terroristas que interferiram na promoção do filme ‘The Interview’ serão respondidas de forma oficial pelo governo norte-americano.

Josh Earnest concluiu dizendo que o governo dos Estados Unidos não solicitou à Sony que cancelasse a estreia do filme, e que apoiam todas as expressões artísticas, ainda que algumas pessoas não estejam de acordo com elas.

Via Reuters