Android

 

Nem faz tanto tempo assim, mas nesse mesmo dia em 2011 o Android ultrapassou o Symbian em vendas globais, assumindo a liderança do mercado móvel para não perder mais.

No último trimestre de 2010, foram 32,9 milhões de smartphones Android ao redor do planeta, contra 31 milhões de dispositivos com Symbian. Naquele ano, o sistema operacional da Google cresceu 615%, e o iPhone cresceu 86%.

A Nokia ainda era a empresa que mais vendia smartphones do mundo, mas perdia muito espaço, já que LG, Samsung e HTC cresceram 4.127%, 1.474% e 371% respectivamente nas vendas de dispositivos Android em um ano.

Naquele mesmo período, a Nokia perdia a liderança na América Latina para a (acredite, se quiser) RIM (BlackBerry). Também perdia mercado na China. E sim… naquela época, o CEO da empresa já era Stephen Elop.

No mesmo trimestre, o Windows Phone (7) já estava em queda, perdendo mercado nos Estados Unidos. E foi a única que perdeu mercado.

De lá para cá, o Android se tornou força dominante do mercado, e nunca mais perdeu a liderança do setor. O iOS mantém uma sólida segunda posição, e os demais sistemas lutam para sobreviver.

O Windows 10 Mobile fica na esperança dos parceiros impulsionarem a plataforma. O BlackBerry OS está morto, e o Tizen parece ser a única que ainda aspira um lugar ao sol, mas é mais sólido em smartwatches e Smart TVs da Samsung.

 

Via CanalysReutersEngadget