sad-linux

 

O Brasil vai deixar o pinguim mais triste.

Por anos, o nosso país apoiou com muita força o uso do Linux a nível institucional e governamental, mas a falta de programadores e profissionais qualificados fez com que o governo brasileiro optasse pela mudança para o Windows 10 e Office, ambos da Microsoft.

Em 2003, o governo brasileiro iniciou a transição a favor do software livre, com o objetivo de eliminar os custos de licença de uso dos softwares privados.

O plano também era motivar os desenvolvedores a criar soluções para impulsionar o segmento. Porém, 13 anos depois, parece que a medida não cumpriu com as expectativas.

Nem todos os aplicativos necessários para as tarefas administrativas foram desenvolvidos.

Ainda não há nada concreto, padecendo de um comunicado oficial sobre a migração completa para o universo Microsoft, mas diversas fontes dão como fato que o governo brasileiro iniciou as negociações com a gigante de Redmond para a renovação parcial das licenças vigentes.

 

Via Fossbytes, ZDNet