gopro-event

A GoPro, popular fabricante de câmeras de ação, apresentou os seus primeiros resultados financeiros depois de sua entrada na Bolsa de Valores, e as notícias são péssimas. Mesmo aumentando seus ingressos de dinheiro em 38%, eles registraram um prejuízo de US$ 19.8 milhões, mais que o triplo do que o mesmo período do ano passado.

Resultado: suas ações despencaram 11%.

Os motivos para as perdas foram o aumento nos gastos em pesquisa e desenvolvimento, e a sua expansão internacional. Foram US$ 224 milhões arrecadados em vendas, mas que de nada adiantam, uma vez que a GoPro gasta muito mais do que vende.

O fundador da GoPro, Nick Woodman (na foto acima, comendo a câmera) garantiu que as perspectivas da empresa são muito boas, e que eles são capazes de equilibrar as contas. Apesar de tudo, a marca segue sendo uma das mais valiosas na fotografia digital, e seu canal de vídeos no YouTube possui mais de 2 milhões de assinantes. O valor das suas ações segue sendo o dobro do que aquele estabelecido na sua entrada na Bolsa a alguns meses.

Porém, a confiança não é algo eterno, e a GoPro tem algo a provar.

Via GoPro