google-foto

O Google decidiu mudar a política do seu buscador, removendo os resultados que são considerados um ‘revenge porn’.

Para quem não está muito familiarizado com o termo, ‘revenge porn’ (ou ‘pornô de vingança’, em uma tradução livre) é a moda das pessoas publicarem imagens íntimas de suas ex-parceiras na internet, por pura vingança. Essa prática, onde na sua maioria dos casos as vítimas são mulheres, cresceu com o passar do tempo de forma perigosa, o que fez o Google tomar providências sobre o assunto.

Em breve, o Google vai aceitar petições diretas das pessoas que desejam eliminar do seu buscador as imagens com conteúdo sexual explícito ou nudez delas mesmas que foram publicadas sem o seu consentimento. Não é a primeira vez que o Google oferece tal recurso. No passado, eles já haviam alterado suas normas para oferecer algo similar, relacionado com as contas bancárias ou assinaturas, de modo que a nova medida nada mais é do que uma extensão dessa política.

Até agora, o Google só aceitava esse tipo de solicitação através de uma ordem judicial, exceto na Europa, onde o recente ‘direito ao esquecimento’ permite aos interessados eliminar os links onde o seu nome aparece. Agora esse processo torna tudo muito mais ágil, oferecendo uma ferramenta mais acessível para todas as pessoas que foram vítimas dessa prática criminosa.

Via Google Public Policy BlogWikipedia, USA Today