Google Fuchsia

A Google está trabalhando em um novo sistema operacional, o Fuchsia, que será em código aberto.

Mas… por que a Google quer ter outro sistema operacional quando já domina o mercado com o Android?

Google Fuchsia, também pensado nos PCs

Inicialmente, o Fuchsia não sera destinado exclusivamente ao setor de smartphones. A Google quer que o software também desembarque nos PCs.

Tal detalhe se vale do princípio que o novo sistema operacional pode rodar em equipamentos do tipo NUC, com processadores baseados nas arquiteturas Skylake e Broadwell da Intel, mas também foram encontradas referências sobre seu uso em tablets com processadores Intel Core e unidades Raspberry Pi 3.

Por enquanto, a Google não revela detalhes oficias sobre o assunto. Todos os dados citados aqui vieram do repositório do GitHub, e foram respaldados por alguns desenvolvedores.

Em teoria, os desenvolvedores são fontes bem confiáveis, mas como não são fontes oficiais, só podemos colocar as notícias daqui como rumores.

Do mais, se comenta que o kernel do Fuchsia seria o Magenta, e que estaria concebido para um desempenho máximo em equipamentos modernos, com processadores potentes e grandes quantidades de RAM.

É fácil entender a estratégia da Google: dividir para conquistar.

Via Fossbytes