fukushima

Há quase três anos, o mundo testemunhou a devastação provocada pelo terremoto e tsunami de Tohoku. Porém, o fato mais marcante desse incidente foi o desastre na central nuclear Fukushima I, cujas emissões de gases radioativos provocaram a maior evacuação em massa desde o acidente nuclear em Chernobyl.

Mais de 300 mil pessoas tiveram que abandonas as suas casas as pressas, deixando para trás povos e cidades fantasmas, que aos poucos estão sendo invadidas pela natureza. A Google lançou no ano passado um mapa atualizado das ruas e avenidas da prefeitura de Fukushima, utilizando o serviço Street View, que agora incorpora novas visitas nas cidades de Katsurao, Kawauchi, Tamura (que foi parcialmente descontaminada, e mostra sinais de atividade), Naraha, Minamisoma, Kawamata, Okuma, Futaba, Tomioka e Namie.

A Google pretende com esse projeto ilustrar os efeitos do desastre de Fukushima, mas também oferecer aos habitantes dos municípios evacuados um acesso virtual aos seus lares. Clique aqui e aqui para ver as atualizações do Street View.