cuba-flag-keyboard

Uma das prioridades do governo norte-americano é a implementçaão de novas tecnologias que podem ajudar Cuba a dar o grande salto digital que padecem. E durante uma entrevista, o presidente dos Estados Unidos Barack Obama confirmou que a Google será a empresa que vai levar a infraestrutura para a ilha poder se conectar à internet.

Entre las prioridades del gobierno estadounidense, está la implementación de nuevas tecnologías que puedan ayudar a la isla ante el gran rezago digital que padecen. Y hoy durante una entrevista, el presidente Obama ha confirmado que Google será la compañíaque llevará infraestructura para que Cuba se pueda conectar a internet.

WiFi público e conexões de banda larga para os lares cubanos

Por conta do embargo econômico e tecnológico que Cuba sofria por parte dos Estados Unidos, o país se transformou em um dos mais desconectados do planeta. As únicas conexões estavam disponíveis para diplomatas e trabalhadores de empresas estrangeiras a preços absurdos.

Algumas regiões e hotéis ofereciam uma hora de internet WiFi com acesso limitado por pouco mais de US$ 2, enquanto que o salário médio do cidadão cubano é de quase US$ 20 por mês. Porém, no último dia 1 de fevereiro, a ETECSA, empresa de telecomunicações do governo cubano, anunciou o lançamento de uma nova rede de comunicações que trará conexões de banda larga por um preço mais acessível, o que seria feito pelas mãos da Huawei.

A chegada da Google em Cuba será um divisor de águas dentro da brecha digital do país, porque eles pensam em instalar pontos WiFi em diversas áreas públicas e turísticas, além de uma nova rede de banda larga para os lares cubanos a preços acessíveis. Com isso, a empresa de Mountain Viewm segue estimulando o crescimento e impulsionando a concorrência, além de se antecipar à chegada de novas empresas que buscam investir no país.

Via Reuters