650_1000_fibra

A Google quer acabar com o problema de ter os seus cabos de fibra ótica no mar do Pacífico, vítimas de ataques de tubarões. A solução encontrada foi recobrir os cabos com um material similar ao Kevlar, além de tomar medidas que desestimulem que os tubarões sigam mordendo esses cabos.

Este é um problema comum para todas as empresas que decidem instalar e manter cabos submarinos. Ao que tudo indica, os tubarões se sentem atraídos pelos campos elétricos gerados pelos cabos, e o resultado acaba sendo uma mordida. No cabo.

Dan Belcher, responsável na Google no departamento de negócios na nuvem e dados, a decisão de cobrir os cabos do mar do Pacífico foi tomada pelo fato que apesar dos cabos de fibra ótica não gerarem campos importantes que confundem os tubarões, outros elementos no cabo contam com a energia necessária para “seduzir” os animais.

O cabo inclui uma carcaça externa de poliuretano, além de uma capa protetora de kevlar (ou similar), e por fim, um revestimento de plástico de diferentes cores. Entre cada capa, uma estrutura protetora de cabos metálicos, na mesma direção que os dados são trafegados, foi implementada. E, mesmo assim, essa proteção toda parece ser insuficiente no fundo do mar.

 

Via Network World