imacs

O ditado “em casa de ferreiro, espeto de pau” vem imediatamente na minha cabeça para descrever o paradoxo que está vivendo o Google dentro de sua própria organização. Segundo informa o site BGR.com, a gigante de Mountain View aposta de forma majoritária nos computadores da Apple para desenvolver as suas novas soluções, e não na sua própria plataforma, o Chrome OS.

Segundo um engenheiro do Google, “houve um tempo em que os Macs eram a minoria no Google, mas agora, se você começa a trabalhar na nossa empresa, e quer outro computador que não seja um Mac, todo um processo (que beira à uma novela – palavras minhas) começa”.

E não pense você que estou falando de poucas máquinas: estima-se que são aproximadamente 43 mil computadores com o logotipo da maçã mordida funcionando na Googleplex. Mas a experiência não está sendo algo 100% satisfatório para a Google.

Segundo o mesmo engenheiro (que não quis se identificar para – muito provavelmente – não colocar o seu emprego em risco), a Google se cansou de esperar que a Apple renovasse os seus aplicativos para uso corporativo, e desenvolveram as suas próprias soluções para atender as necessidades internas da empresa. O funcionário de Mountain View sugere que o sucesso da plataforma iOS e os últimos lançamentos de iDevices “desviaram” a atenção e os recursos da empresa de Tim Cook para o mercado corporativo.

Moral da história: nem sempre se pode ter tudo, mesmo quando você é dono de uma das maiores casas de ferreiro do mundo.

Via BGR.com