google-logo

A Google quer seguir os passos da Apple, e começar a desenvolver processadores para dispositivos Android. Segundo Amir Efrati, a gigante de Mountain Veiw está em conversações com diversos fabricantes de microprocessadores, com o objetivo de adotar o mesmo sistema que a gigante de Redmond aplica há anos, co-desenvolvendo processadores para os seus dispositivos.

Entre os nomes se destaca o da Qualcomm, que seria encarregado da fabricação, enquanto que a Google cuidaria do design. A ideia é usar esses chips nos dispositivos Nexus, criando uma otimização entre hardware e software, que resulte em um melhor desempenho, mas acima de tudo mantendo um maior controle sobre a plataforma, competindo diretamente com os demais concorrentes do ecossistema Android e com a própria Apple.

Outra informação importante é que, ao que parece, a decisão foi tomada em setembro, quando a Google estava prestes a lançar um novo dispositivo portátil focado na produtividade empresarial, o Pixel C, o primeiro fabricado pela Google. Ali teria surgido a ideia de co-desenvolver seus próprios microprocessadores para os futuros smartphones Nexus.

Obviamente, nada foi confirmado pela Google, o que torna tudo apenas rumores. Mas seria um movimento bem interessante, já que não sabemos o quão rentável é usar chips com design especial, tanto para a Google como para o fabricante, pois estamos falando de uma quantidade limitada de processadores, bem abaixo de uma encomenda do A9 da Apple.

Além disso, não sabemos se algum outro fabricante estaria interessado em adotar esse SoC para os seus produtos. Sem falar que não sabemos se um fabricante como a Qualcomm estaria disposta a sacrificar o nome Snapdragon por um processador desenvolvido pela Google.

O tempo vai dizer o que vai acontecer.

Via The Information