google-play-vs-apple-store

No duelo de titãs das lojas de aplicativos, tanto Google como Apple são vencedores, de acordo com seu ponto de vista. Enquanto a Apple mantém a liderança nos ganhos vindos da App Store, o Google e a Google Play lideram em números de downloads globais, de acordo com o estudo do Annie App que mostra os dados do segundo trimestre de 2015.

Durante esse período, os downloads da Google Play foram 85% superiores aos da App Store. No estudo, os mercados emergente são os principais responsáveis pelo aumento. Porém, a loja de apps da Apple ainda é líder na China, superando a loja do Google nos lucros.

 

A efervescência do Android nos mercados emergentes

Nos últimos meses, o mercado mobile asiático recebeu novos fabricantes em alguns dos seus países, como é o caso da Índia. Estas novas marcas buscam oferecer um produto acessível e duradouro, e não é em vão: a adoção de dispositivos nesses países cresceram no último ano, em países como Índia (55%), Indonésia (40%) e Filipinas (39%). Não apenas na ásia, como também na África, com um crescimento notável no Egito (50%) ou Nigéria (58%).

650_1200

Segundo o estudo, este é um indicador positivo para o Google, já que grande parte desse crescimento de adoção de dispositivos são de smartphones Android acessíveis, representando um futuro a médio prazo promissor. Porém, no restante do planeta, há também bons números para a Apple nas vendas de apps, alcançando 70% a mais que os da Google Play para o segundo trimestre de 2015, seguindo a tendência do primeiro trimestre.

 

Os números na China

No final de abril, a Annie comentou o crescimento deste país em relação ao número de downloads do iOS e sua repercussão em todo o planeta, principalmente na relação à posição que ocupa no ranking em relação aos Estados Unidos. Durante o primeiro trimestre desse ano, o país asiático chegou a ocupar o segundo lugar global em downloads no iOS, com a maior porcentagem de vendas trimestrais do ano.

Por trás desse aumento está o sucesso dos últimos smartphones da Apple, com o iPhone 6 Plus muito popular por lá por conta da tela maior e maior autonomia de bateria. E a Apple se encarregou de fortalecer o seu império na China, aumentando o número de lojas e com planos de lançar mais 40 pontos de venda até o meio de 2016.

De acordo com os estudos, os ingressos vindos dos downloads no iOS na China aumentaram 90% no primeiro trimestre de 2015 se comparado com o mesmo período de 2014, contra 30% dos EUA e 50% no Japão. Um crescimento muito maior que mercados onde a Apple já está consolidada.

Sobre os downloads de apps, as categorias mais procuradas são (pela ordem): jogos, entretenimento, foto e vídeo e estilo de vida. Os ingressos correspondentes à fração de entretenimento apresentou um crescimento de 385% em relação ao primeiro trimestre de 2014, muito em parte por conta da evolução das estratégias de serviços de vídeo em streaming locais, como Baidu e Sohu.

 

Questão de entretenimento

O entretenimento visual é o que mais buscamos nos smartphones, ou pelo menso é isso o que os números mostram. Taiwan fica na frente da Alemanha nos ingressos via download na Google Play, por conta principalmente aos downloads de jogos do tipo ROL, tanto individuais como multiplayer (RPGs e MMORPGs).

Além disso, a influência dos serviços de vídeo por streaming se faz novamente presente no restante do mundo, com um aumento de usuários promovido pelo lançamentos de serviços para uma ou ambas as plataformas (HBO Now, Hulu, etc). Além disso, vale a pena adicionar outros conteúdos que favoreçam os downloads, como serviços de TV e a retransmissão ao vivo de competições esportivas.

Via The Next Web