pixelbook

O Pixelbook é mais uma aposta da Google no mercado de notebooks top de linha com Chrome OS. Uma aposta ambiciosa, por sinal.

A grande diferença do Pixelbook para os demais conversíveis é a sua notável lista de especificações com um preço igualmente impressionante.

 

 

O novo notebook conta com um design ultraleve e ultrafino (apenas 1 kg e 10.3 mm de espessura), com uma carcaça que combina dois tons de cinza, reforçando a identidade com a família Pixel.

A baixa espessura não deixa o produto limitado nas conexões, com duas portas USB Type-C para recarga e conexão com outros dispositivos. Seu teclado é retroiluminado, e seu touchpad é bem promissor.

Se você conta com um smartpone Google Pixel, pode contar com tethering automático com o notebook, permitindo o uso da conexão de dados automática e transparente.

 

 

O novo Pixelbook possui tela com giro de (quase) 360 graus, permitindo o uso como notebook ou tablet. Sua tela de 12.3 polegadas (Quad HD, 2560 x 1440 pixels, 235 ppp) é touch, o que pode ser interessante com o suporte para apps Android.

O modelo recebe processadores Intel Core i5 e Core i7 de sétima geração, até 16 GB de RAM e 128, 256 e 512 GB de SSD. Sua bateria integrada oferece uma autonomia de até 10 horas de uso, com modo de recarga rápida (até duas horas de autonomia com apenas 15 minutos de recarga).

 

 

Outra novidade do Pixelbook é a chegada da Pielbook Pen, caneta que será vendida separadamente por US$ 99. Desenvolvida em parceria com a Wacom, a caneta possui sensor de inclinação de até 60 graus, com mais de 2.000 níveis de pressão, aumentando consideravelmente a precisão do acessório.

A tecnologia do acessório, combinada com a da tela do Pixelbook, fazem com que a latência (apenas 10 milissegundos) ao tomar notas e desenhar sobre a tela seja equiparável que a dos novos iPad Pro e Surface Pro.

A Pixelbook Pen também tem interação com a Google Assistant. O usuário pode marcar uma determinada área da foto ou texto, e o assistente busca informações sobre o rosto marcado ou dados adicionais sobre um termo ou expressão. Também é possível interagir com o assistente por comandos de voz.

O Google Pixelbook chega ao mercado em outubro, com preço inicial sugerido de US$ 999.